GASTRITE E ÚLCERAS- GASTROINTESTINAIS

Nelson Personal
Há 2 anos
1.107
29/07/2015 as 16:55

 

Divulgação.

Divulgação.

 

 

A gastrite aparece de repente, tem curta duração e desaparece, na maioria das vezes,sem deixar sequelas. Pode ser definida como inflamação da mucosa gástrica. São fatores desencadeadores: medicamentos (aspirina,anti-inflamatória etc.),ingestão de bebidas alcoólicas,fumo,situações de stresse (queimaduras graves,poli-trauma etc.). A forma crônica de gastrite é definida histologicamente pela atrofia crônica progressiva da mucosa gástrica.

Úlcera péptica é uma doença de etiologia ainda pouco conhecida,de evolução crônica,com surtos de ativação e períodos de remissão,caracterizada por perda circunscrita de tecidos nas áreas do tubo digestório, que entram em contato com a secreção de ácido péptico do estômago.
Garrow e Delegge pesquisaram, a partir de dados do estudo americano National Heath Interview Survey (1973-2003), a prevalência de úlcera gastrointestinal,que foi de 8,4%. Foi associada uma maior prevalência ao avanço da idade de uso de tabaco ,ingestão de álcool , e relacionada á presença de outras doenças(pulmonar,obstrutiva crônica,coronariana e insuficiência renal).
Tanto a gastrite como na úlcera , o ponto central é o desequilíbrio entre os fatores que agridem a mucosa, como o ácido clorídrico,pepsina,bile,medicamentos ulcerogênicos, e os que protegem ,como barreira mucosa,prostaglandinas ,secreção da mucosa. Esse desequilíbrio resulta em lesão mucosa.
Um fator importante na etiopatogenia da úlcera é a presença do Helicobacter pylori, que aparece em cerca de 70% das úlceras gástricas e de 90% nas duodenais.
Essa bactéria,Gram-negativa,microaerófila, que possui forma espiralada e flagelos unipolares , é capaz de movimentar-se em meios de alta viscosidade,aderindo se ao epitélio superficial da mucosa onde permanece protegida.

Sintomas da gastrite

Geralmente, quando se trata de uma gastrite crónica, não existem sintomas. No entanto, no caso de gastrites agudas, existe um conjunto de sinais e de sintomas que se manifestam, como:

– Tonturas
– Sintomas relacionados com o doença de refluxo gastroesofágico, como a acidez no estômago;
– Indigestão;
– Perda de apetite;
– Azia;
– Dor abdominal e ardor na zona superior do abdómen (que pode piorar depois de comer), e na região epigástrica;
– Distensão epigástrica (região do estômago)
– Rapidez na sensação de ficar saciado, mesmo após uma refeição muito ligeira;
– Hemorroidas;
– Vómitos;
– Náuseas;
– Sangramento digestivo, Presença de sangue nas fezes (fezes escuras também chamado de melena)
Vómitos com presença de sangue (hematêmese).

– Quando existe uma má absorção de Vitamina B12 e ácido fólico, pode ocorrer um tipo de anemia designado (anemia perniciosa) que será manifestada através de:

– Fraqueza;
– Ardência na língua (glossite);
– Irritação nos cantos dos lábios (comissurite);
– Diarreia;

Há três sintomas particularmente importantes, que ocorrerem. Deverá motivar a imediata marcação de uma consulta com o seu médico se: sentir persistentemente dor e ardor na zona superior do abdómen, se tiver fezes ou vómitos com sangue. As principais complicações desta patologia são perda de sangue e o aumento do risco de desenvolver câncer gástrico (carcinoma gástrico / câncer do estômago).

Exames de diagnóstico

De seguida, apresentamos os exames que permitem diagnosticar a gastrite:

– Exames de sangue;
– Exame de verificação de existência da bactéria H. pylori;
– Endoscopia digestiva alta (exame ao estômago) também conhecida como endoscopia do trato gastrointestinal superior;
– CBC (contagem completa de células sanguíneas);

– Exame de verificação da presença de sangue nas fezes
Outros: Urinálise, Raios X, eletrocardiograma (ECG), biópsia do estômago.

Tratamento

O tratamento para a úlcera gástrica irá ter como objetivo diminuir os estragos feitos no epitélio estomacal, para que esta se possa regenerar, e a ferida sarar. Assim, este tratamento irá consistir na toma de medicamentos antiácidos, mas também, na toma de medicamentos inibidores de bombas de protões.

Como esta doença causa bastantes dores e incómodo na zona abdominal, faz também parte do tratamento numa fase inicial medicamentos analgésicos. No caso de pessoas com maior propensão ao estresse, é também receitado um calmante, visto que, em alturas de grande estresse, o individuo produz mais ácido gástrico. Relativamente à bactéria H. pylori, utiliza-se um antibiótico para eliminar essa infecção.

Alimentação

A alimentação tem também um papel fulcral no tratamento da úlcera gástrica. Seja devido ao facto de ser uma possível causa, seja pela simples razão de auxiliar o tratamento através de ingestão de alimentos menos ácidos, uma alimentação correta é fundamental nesta fase. Assim, alimentos como pão integral, legumes, frutas, grãos, verduras cozidas, leite magro e seus derivados, e carnes magras devem ser privilegiados.

Os alimentos que promovam a produção e a secreção de ácidos gástricos, como o café, condimentos, molhos picantes, e frutos com uma componente fortemente ácida, devem ser evitados. Devem também ser evitados alimentos muito quentes, e refeições ricas em sal e gordura.

por : Nelson Personal Fitness Treinamento Customizado CREF 000733 G/TO

Especialista na Empresa Gallo Personal Systems-Brasil

Esp.em Nutrição Esportiva

Esp.em Fisiologia do Exercício,Biomecânica e Personal na Laboro/Estácio

Professor em Treinamento Funcional do Core 360º

Cursos de personal Trainer com o professor e Dr José Carlos Gallo e André Fernandes

Cursos de Hipertrofia com o prof e dr Paulo Gentil

FONTE:

Silva,Sandra Maria Chemin Seabra da Tratado de Alimentação,Nutrição e dietoterapia/Sandra Maria Chemin Seabra da Silva,Joana D’Arc Pereira Mura. 2,ed.-[Reimpr.]-São Paulo:Roca,2014.

http://www.especialista24.com/gastrite-e-ulcera-gastrica/

Share on Facebook1Tweet about this on TwitterShare on Google+0
Tags:

Veja Também:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação ou equipe do Aliança News”.

Deixe seu comentário

Comente no Facebook

Entretenimento